7 situações que a proteção veicular não cobre

A proteção veicular protege o seu veículo por meio de uma assistência mútua. Assim, trata de uma associação sem fins lucrativos que oferece aos seus associados uma proteção com um ótimo custo-benefício. No entanto, muitas pessoas não sabem que a proteção veicular não cobre alguns eventos específicos.

Vamos conhecer quais são eles? Continue conosco e entenda mais sobre o que a proteção veicular não cobre. Vamos lá?

1. Se houver uma exposição deliberada aos grandes riscos

Se você tem um carro e não cuida muito bem dele, expondo-se aos grandes riscos e desgaste natural (principalmente de forma proposital), a proteção veicular não cobre esses danos.

Para ter garantia de uma boa proteção veicular é preciso ter um bom cuidado com o seu veículo. Por exemplo: imagine que você tenha um carro comum e resolva trafegar na areia da praia. Certamente, haverá danos ao veículo, concorda? Então, saiba que a proteção veicular não cobre esse tipo de situação.

2. Se o condutor estiver alcoolizado ou sob o efeito de substâncias tóxicas

Não precisamos comentar que dirigir alcoolizado ou sob o efeito de substâncias tóxicas é proibido, certo? Afinal, é um crime e você pode colocar a sua vida em risco — assim como dos demais passageiros e qualquer um que estiver trafegando na mesma via que você.

Então, saiba que, se você for pego dirigindo alcoolizado (ou se negue a fazer o teste do bafômetro), a proteção veicular não cobrirá os danos. Logo, caso isso aconteça, você não receberá o valor indenizatório.

3. Se o motorista não estiver habilitado

Se você vier a se envolver em algum evento danoso com o seu veículo e não estiver habilitado para dirigir, as associações de proteção veicular não terão a obrigação de cobrir os custos.

Por curiosidade: quem não tem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pode contratar a proteção veicular, no entanto, não pode dirigir.

4. Se o motorista estiver participando de apostas e provas de velocidade

Caso aconteça algum dano no seu veículo, no entanto, você estiver participando de apostas e provas de velocidade, saiba que não estará coberto. Da mesma maneira, se estiver participando de rebeliões, revoluções, nacionalização, destruição (dentre outras perturbações de ordem pública), a proteção veicular não cobrirá.

5. Se o motorista trafegar em estradas ou vias não autorizadas a proteção veicular não cobre

Segundo o especialista, é preciso que todo proprietário tenha em mente que, ao contratar uma proteção para seu carro ou moto, assumirá um compromisso bilateral com a associação. Ou seja, tanto o contratante quanto o contratado passam a possuir direitos e deveres específicos a depender dos serviços e/ou proteção contratada.

6. Se houver acidentes provocados por terceiros

Se você possui uma proteção veicular contratada e vier a se envolver em acidente, independentemente de ser responsável pela colisão, poderá acionar a sua proteção e terá seus prejuízos indenizados, desde que cumpra com os requisitos impostos pelo regulamento.

Assim, pode contar com a ajuda e serviços contratados, pois a Associação vai arrumar o veículo do Associado e entrar com processo de cobrança junto ao terceiro culpado.

7. Se o motorista estiver em inadimplência com a proteção veicular

Se você tem uma proteção veicular, no entanto, não está com as suas parcelas em dia, não terá direito a acioná-la em caso de acidentes. Afinal, se você está inadimplente, não há como aproveitar os benefícios e as coberturas da proteção.

Portanto, a dica é: esteja sempre com o pagamento das suas parcelas em dia. Isso evita que você fique sem o benefício quando mais precisar.

Mas, afinal, o que a proteção veicular cobre?

Agora que apresentamos uma série de situações que a proteção veicular não cobre, você deve estar se questionando: vale mesmo a pena investir nesse recurso?

A resposta é: sim, vale (e muito). Vamos explicar melhor: a proteção veicular é uma maneira muito mais atrativa e que apresenta um ótimo custo-benefício para proteger o seu veículo.

Entretanto, é fundamental escolher uma empresa qualificada e experiente no mercado, como a Progressiva Proteção Veicular. Afinal, é importante optar por uma empresa que realmente lhe proporcione segurança e tranquilidade para resolver os problemas quando eles surgirem.

A Progressiva Assistência Mútua conta com uma equipe altamente qualificada, pronta para lhe atender 24 horas por dia. Além disso, possui uma infraestrutura incrível para lhe auxiliar.

Confira o que a proteção veicular da Progressiva Assistência Mútua cobre em território nacional:

  • assistência 24hrs;
  • furto/roubo;
  • colisão;
  • incêndio decorrente de colisão;
  • fenômenos da natureza;
  • indenização; e
  • assistência para-brisas.

Bônus: conheça o clube de descontos da Progressiva

Além de proteger o seu veículo, a Progressiva conta com um clube de desconto aos seus associados. Dessa maneira, você garante benefícios exclusivos e vantagens especiais em diversos segmentos, por exemplo:

  • Netshoes: descontos de 15% a 30% nas compras na loja on-line;
  • Dell: descontos de até R$ 450,00 na loja on-line;
  • Zattini: descontos de 15 a 30% nas compras on-line;
  • Dpaschoal: descontos de 26 a 100% em alinhamento, balanceamento, cristalização, higienização, limpeza de injeção, em todas as lojas do Brasil;
  • Inter Koller: desconto de 10% nas películas (veiculares, residencial e comercial), som, vídeos e acessórios na nossa loja física.

Gostou de aprender mais sobre as situações que a proteção veicular não cobre? Se sim, aproveite e leia também: qual é a diferença entre o seguro e a proteção veicular? Boa leitura!

Por |2021-07-06T18:15:30-03:0029 de abril De 2021|Categorias: Dúvidas|0 Comentários

Deixe um comentário!